668 Views |  2

Gorda pode ser básica – aliás, pode ser o que quiser!

Por muitos e muitos anos – e confesso que ainda me pego com essas cobranças – pensei que precisasse compensar o fato de ser gorda com alguma coisa. “Preciso me arrumar mais”. “Vou usar coisas tão ousadas que até as pessoas magras vão querer copiar”. “Quero ser aquela que eles chamam de fashionista, e não de gorda” (como se uma coisa anulasse outra).

Isso me levou por ótimos caminhos – fui buscar referências de moda em vários lugares, passeei por cores das quais me privei na adolescência, abusei dos acessórios e descobri a diferença que um sapato pode fazer em um look.

Por outro lado, esqueci do básico. O jeans e a camiseta nunca fizeram parte de mim. Nas magras, sempre achei o minimalismo chique. Nas gordas, falta de opção ou desleixo.  Conversando com algumas seguidoras, elas disseram que sempre optaram pelo básico porque era uma forma de se tornarem invisíveis. Eu nunca quis ser invisível.

Este ano me dei o direito de experimentar. De olhar para coisas que eu nunca olhei, vestir coisas que eu nunca vesti – outro dia foi um shorts branco, mas isso é história pra contar em outro post 🙂 . E enfim, a composição jeans + t-shirt começou a fazer parte da minha vida. Pode parecer bobagem pra quem está de fora, mas foi um passo bem importante pra mim. Ter a liberdade de me arrumar mais ou não, sem me preocupar em compensar o meu corpo gordo com a aparência X ou Y foi maravilhoso. E você, já sentiu que precisava compensar a sua aparência com algo? Conta aqui nos comentários 🙂

Vou deixar algumas fotos de looks básicos para inspirar vocês. Elas foram tiradas pela querida Maíra Bedin.

Jaqueta Tintoria
Camiseta Camys Brand
Calça Almaria Plus

Camiseta Camys Brand
Calça Almaria Plus

Camiseta Camys Brand
Calça Almaria Plus

Camiseta Camys Brand
Calça Almaria Plus
Colar Ammetá Acessórios

Casaco Marcia Moraes
Camiseta Camys Brand
Calça Almaria Plus
Colar Ammetá Acessórios