1100 Views |  Like

5 dicas para driblar a gordofobia

O corpo feminino cheio de curvas e com mais saliência era, na história antiga, considerado o mais desejável. Até que chegou a imposição da sociedade para uma imagem de corpo perfeito, baseado nas supermodelos.

Magra, alta, pernas longas. Qualquer coisa que fosse diferente disso era (e, por muitos ainda é) considerado errado, feio, motivo de preconceito. A busca pela beleza “perfeita” pode gerar obsessão, distúrbios alimentares, depressão e até o suicídio.

Até pouco tempo atrás, o padrão de moda para mulheres mais gordinhas era basicamente usar roupas escuras, listras verticais e gola em V. Ou seja, tudo para dar a impressão de mais alta ou mais magra.

Hoje, o movimento é de aceitação, de imagem positiva sobre qualquer corpo, desconstruir os padrões de beleza impostos pela sociedade. Mas ainda, as mulheres gordinhas sofrem muito preconceito, a gordofobia. Saiba como driblar esse preconceito!

Como driblar a gordofobia

Embora o melhor seria acabar com esse (e qualquer tipo de) preconceito, listamos algumas dicas para quem quer driblar a gordofobia. Anote e saiba como fazer com que essa discriminação contra as gordinhas não te deixe com baixa autoestima!

  1. Dê um up no seu estilo

Ao contrário do que foi dito para as mulheres gordas a vida toda, a moda é aliada na hora de expressar seu estilo e personalidade. Pode trazer um up também na autoestima. Quebre as regras, experimente vários estilos, opte por roupas confortáveis, mas sem perder o estilo e beleza. Não tenha vergonha! Você pode usar o que quiser e quando quiser, pois, a moda é você quem faz! Sinta-se bem, independente do seu corpo!

  1. Aceite-se, ame-se!

Desconstrua a ideia do “corpo ideal” e comece a listar as coisas que gosta em si mesma. Faça as pazes com o espelho e se ame!. A única aceitação que interessa é a sua com seu próprio corpo. Um corpo bonito é aquele que abriga uma pessoa feliz!

  1. Utilize o estilo para se valorizar

Abuse das roupas que valorizem suas curvas e seus pontos fortes. Valorizar o que você gosta mais em seu corpo pode te trazer confiança e autoestima. O salto alto pode deixar o corpo mais longilíneo, saias na altura do joelho podem alongar também a silhueta.

  1. Inspire-se em quem te representa

Busque inspiração em blogueiras e personalidades femininas que falam sobre a vida e o estilo da mulher gorda. Ao ver que todas passaram ou passam pelos mesmos problemas que você, cria uma representatividade e a sensação de que você não está sozinha (e, realmente, não está!). Seja para tirar ideia de looks ou simplesmente para ouvir uma palavra de incentivo.

  1. Se achar necessário, procure ajuda

Muitas pessoas precisam desconstruir várias imposições e ideias erradas que são postas em nossa cabeça sobre nossa imagem corporal e, muitas vezes, não conseguem sozinhas. Busque um grupo de apoio ou um profissional da terapia para te ajudar a quebrar essa visão errônea. Um terapeuta, por exemplo, está apto a te ajudar a destacar as suas qualidades e entender seus defeitos e te ajudará a se enxergar com outra perspectiva, além de te ajudar a driblar a gordofobia caso seja necessário.

Então, pronta para driblar a gordofobia e arrasar por onde passar? Lembre-se de que você pode e deve se sentir bem consigo mesma!

Autora: Andreia Silveira