1310 Views |  1

Espelho espelho meu: Diário de gravidez – Onde tudo começou!

Sempre gostei de crianças e sempre me dei bem com elas. Meu plano de adolescente sempre foi ter o primeiro filho aos 28 anos e o segundo aos 30. Bom, quase deu pra seguir a risca. kkkkkkk. Terei minha primeira filha aos 30 e o segundo conto pra vocês quando engravidar. O porquê desse pequeno atraso tem 2 motivos. Primeiro: minha vida de casada. Sabe aquilo que as pessoas dizem de que filhos vão revirar a sua vida e mudar tudo?  Pois é, acho que eu não tava  muito preparada para essas mudanças pois a minha rotina com o Lucas é muito gostosa. A gente vai no cinema em plena terça feira, come a hora que quer assistindo as nossas séries favoritas, viaja pra lá e pra cá e por aí vai. Em segundo lugar: O meu sono! Quem me conhece sabe o quanto que eu gosto de dormir. Dormir é tão bom , mas tão bom que eu não sei como é de graça. Acordar cedo pra mim é efetivamente um parto (#medodoparto kkkkkk). E assim, eu dizia pra todo mundo que me perguntava,  que eu até já me sentia preparada para ser mãe, mas não para abrir mão do meu sono.

foto de sono

Já o Lucas, que é apaixonado por crianças, já queria há algum tempo mas sempre respeitou meu momento. As cobranças vinham de todos os lados mas eu nunca dei muita bola para elas, jamais teria um filho pra agradar ninguém.

Bom, a questão é,  passamos dos 6 anos de casados e a ideia de um bebê na casa já era algo que vinha com mais frequencia na minha cabeça.  Em 2015 quando decidimos nos mudar para os Estados Unidos eu tive que abrir mão de um concurso público para acompanhar meu marido em uma oportunidade profissional excelente para a carreira dele. E como essa mudança não deixava de ser uma pausa na minha carreira de professora de anatomia, eu vi o momento ideal para a chegada de um bebezinho. E não deu outra, comecei a ter mil sonhos de que estava grávida, ou que já era mãe, ou que estava contando a novidade para a família… E foi assim que batemos o martelo.

Batendo-o-martelo esse

Decidimos então fazer uma viagem longa de lua de mel para a Grécia e Turquia já que com criança pequena não iríamos conseguir  fazer essa espécie de passeio tão cedo. A viagem foi sensacional, voltamos com os ânimos renovados. Mas diferente do que todos pensam (todos acham que a Olívia foi feita em Santorine), só depois que voltei de viagem fui fazer todos os exames médicos e estando tudo ok, ai sim começaríamos a tentar. E em agosto liberamos geral. Gente, em agosto mesmo eu engravidei. Jesus… não sabia que iria ser tão rápido. Mas quando fiz o teste de farmácia foi só alegria (misturado com um pouco de incredulidade e medinho). Aí todos me perguntam: Jam, vc fez alguma coisa especial para contar para o Lucas?  Resposta: Não! Já sai do banheiro contando tudo! kkkkk. Ansiosa do jeito que sou não aguentaria esse segredo por 1 minuto.

Fotos-engraçadas-de-bebê

E assim foi como a Olívia chegou nas nossas vidas. Nos próximos posts eu conto pra vocês como dei a notícia para o vovôs, como descobrimos o sexo, como escolhi o nome e como foi meu primeiro trimestre! Não percam as cenas dos próximos capítulos.

Beijos e mais beijos

Jamille Chamon