7116 Views |  1

Precisamos falar sobre Ju, Paula, Mel, Renata, Malu e tantas outras…

Essa semana, a internet entrou em polvorosa com a notícia de uma gorda na Playboy. A mulher em questão é a querida – and linda – Ju Romano.

Fiquei muito feliz pela Ju e pela causa plus size (se eu posaria ou não, nem vem ao caso, que o convite não foi pra mim). A questão é que eu vi algumas – muitas pessoas- criticando a Ju.  Pessoas, inclusive, desse universo plus size, que comecei a conhecer e entender um pouco melhor agora.

O Garotas FDP nasceu, de fato, no dia 24 de Julho, no Fashion Weekend Plus Size. Ou seja, temos apenas 3 meses de caminhada, o que é muito pouco ainda. Mas se tem uma coisa que nós 4 temos em mente é que estamos aqui por uma causa muito importante: lutar, todos os dias, para que cada vez mais mulheres se olhem no espelho e gostem do que estão enxergando.

Para além de um blog de moda, mexemos, diariamente, com a autoestima de milhares de mulheres que nos seguem, mandam mensagem, leem o blog. Faz parte da nossa rotina apoiar e empoderar pessoas. E isso precisa acontecer em todos os níveis: de blogueira para leitores, de leitor para leitor, de blogueira para blogueira. O universo feminino carrega esse estigma de fofoca e inveja, principalmente no âmbito da moda. Para que estou dando essa volta toda? Apenas para dizer que MULHERES PRECISAM SE APOIAR. Principalmente aquelas que são do mesmo meio. Se lutarmos juntas, a chance de fazermos a diferença é incrivelmente maior do que se falarmos para o nosso próprio umbigo.

Outro dia, recebemos uma mensagem de uma leitora do Rio Grande do Sul, com um grande problema de depressão. Começamos a conversar sobre como podíamos ajudá-la. A Carol Cyrne então teve a ideia de entrar em contato com a Carol, do Lady Fofa, que estava mais próxima da nossa leitora fisicamente, para tentarmos fazer algo mais efetivo por ela. A Carol (Lady Fofa) então ficou positivamente surpresa por estarmos indicando leitores para ela, pois disse que nesse nosso mundo, isso é muito difícil, já que cada um só quer saber de fazer a sua própria rede crescer.

Precisamos pensar além do nosso ego. Milhares de mulheres precisam desse apoio. E às vezes, nós mesmas precisamos. Nós, que nos expomos todos os dias, que damos a cara a tapa numa roupa que marcou a barriga, com a nossa celulite à mostra e que também erramos no look, precisamos do apoio umas das outras. Menos críticas e mais palavras de carinho.

Elogie as fotos da Ju Romano na Playboy.

Elogie o cabelo novo da Paula Bastos.

Elogie como a Mel Soares fica linda na saia de listras.

Elogie a audácia da Renata Poskus.

Elogie a Malu pela campanha da C&A.

Elogie sua amiga que está um pouco pra baixo hoje.

Elogie uma desconhecida no ônibus.

É disso que precisamos: de pessoas que nos elogiem pelo que somos, pelo que fazemos. Os defeitos? Ninguém precisa apontar: geralmente sabemos onde nosso calo aperta. Agora, nossas qualidades, nem sempre são notadas por nós mesmas.

#ELOGIEUMAMULHER

 

Por Mariana Cyrne